RESENHA: O SEGREDO DOS CORPOS | BOM DIA LIVROS

Nos dias de hoje, livros com a temática não ficcional se tornaram muito comuns. A temática "mente humana" causa torpor em muitos curiosos, uma vez o ditado "cada caso é um caso" é muito evidente. O segredo dos corpos nada mais é que a verdade nua e crua, capaz de incomodar o leitor, e proporcionando uma reflexão interior sobre suas ações corriqueiras.
"A verdade é sempre melhor do que aquilo que meramente desejamos ser verdade." Página 37 
Disponível em @bomdialivros.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS:

Título: Os Segredos dos Corpos // Autora: Dr. Vincent Di Maio & Ron Franscell  // Editora: Darkside Books  // Páginas: 256

"Uma pessoa é algo vivo, vibrante e único. Cadáveres são apenas o que elas deixam para trás." Página 51

ENREDO:

Uma das mais novas ramificações da medicina é a Medicina Legal. Aquele que a exerce, é denominado médico legista. Esse, ainda sofre certo preconceito ao explicar sua profissão. Aos olhares populares, o médico legista é aquele que lida com cadáveres e principalmente com a morbidez. Claro, faz parte. No entanto, não é apenas isso.

O médico legista tem uma importante responsabilidade a ser exercida. Sua avaliação é crucial quando se trata de um crime sem respostas, uma vez que a investigação do médico é capaz de revelar fatores incrivelmente acusadores. Portanto, um trabalho negligenciado refletirá no mundo dos vivos. Pessoas inocentes podem ser incriminadas, mas culpados também são punidos.

Quanto ao que se esperar do livro, apenas a verdade. 45 anos de profissão e uma carreira de sucesso, indicam um trabalhador de excelência. No livro, diversos casos que contribuíram para o reconhecimento e contaram com a resposta final de Dr. Vincent Di Maio para um julgamento de excelência são retratados. Casos esses com grandes destaques nas mídias locais e já outros, intrigantes até os dias atuais. 

A exumação de Lee Harvey Oswald, o suposto assassino do presidente Kennedy e até a investigação pela morte do adolescente Trayvon Martin, são exemplos utilizados pelos autores desejam apresentar a você, a arte da autópsia.
Assim como dito anteriormente, um dos pintores mais "vangloriados" do mundo, o próprio Van Gogh carrega consigo uma morte com explicação não suficiente - assassinato ou suicídio?

"Nem toda lição estava em um livro." Página 64
OPINIÃO:

Pessoalmente, sou apaixonado com os livros do selo editorial Crime Scene. Aliado a esse fator, incrivelmente e não por decorrência do livro, minha meta de profissão é me tornar um Médico Legista. Sendo assim, o livro entrou para a lista de favoritos. Não por se tratar de um tema que tenho afinco, mas por ser esclarecedor.

A combinação entre um autor especialista em crimes e um médico que convive com a realidade cotidiana da temática é incrível. É certo que um cérebro é capaz de realizar grandes feitos. Dois então, são capazes de escrever um livro como O Segredo dos Corpos. Apesar de relatar acontecidos de uma visão especialista, o livro não contém muitos termos técnicos não explicáveis, fazendo com que seja uma leitura prazeirosa e que não é interrompida para pesquisas de entendimento. 

A narrativa é tranquila e narra devidamente o ocorrido, sem tomar partido em um caso ou outro. Vincent nos choca com sua honestidade e valores morais. De acordo com seus dizeres, ele não trabalha para nenhum dos lados, mas sim para a verdade. Além do mais, os autores criticam nossas atitudes do dia a dia e nos fazem refletir sobre nossos julgamentos sem conhecimento prévio dos fatos.


"Porque as melhores ferramentas de um patologista forense são seus olhos, seu cérebro e seu bisturi." Página 71

Além de narrar o mundo da autópsia, a obra também pode ser encarado como uma auto biografia do Doutor Di Maio. Além de relatar aspectos como sua infância e relacionamento com seu pai, que também seguia a mesma área de atuação, Vincent descrevia sua vida no momento da escrita do livro, explicitando sua vida após sua aposentadoria profissional.

Por fim, é importante ressaltar que cada detalhe faz a diferença. Tratando-se de Darkside Books, não preciso descrever a beleza gráfica que complementa os dizeres dos autores. Já a qualidade, deve ser levada em conta. Mesmo que você não seja aficcionado pelo assunto, recomendo a leitura para amplificar seus horizontes. Além de um livro parcialmente reflexivo, é interessante saber sobre a  capacidade humana em ser cruel. E dela, extrair uma única certeza: nunca é preferível lutar contra a justiça. Hora ou outra, cedo ou tarde, ela acontecerá.
"Viver é como montar e desmontar incessantemente um quebra-cabeças." Página 171


COMPRE O LIVRO: AMAZON // SARAIVA // SUBMARINO

CONHEÇA A LINHA EDITORIAL CRIME SCENE.



My Instagram